Mais respostas sobre o Nissan Leaf

Mais respostas sobre o Nissan Leaf

Mais um artigo acerca do que já se sabe sobre o Nissan Leaf. Felizmente já vai sendo mais do que aquilo que não se sabe sobre o Nissan Leaf. Uma comparação interessante é a do comportamento e desempenho similar a um automóvel com um motor V6. Ora leia …

Nissan Leaf comportamento

  • O comportamento do Nissan Leaf aproxima-se dum veículo convencional com um motor V6, nomeadamente no que concerne à aceleração. A velocidade máxima atingida é de 145 Km/h.
  • O Nissan Leaf disporá de uma câmera de visão traseira similar à que equipa actualmente os Nissan Murano.
  • Estima-se que as baterias terão um tempo de vida de 5 anos. Uma bateria com seis anos assistirá a uma diminuição da sua capacidade para apenas 80%.
  • O sistema computacional dos Leaf para além do estado e da capacidade da bateria, dará indicações (muito úteis) sobre os pontos de abastecimento mais próximos.
  • Nesta fase ainda de concepção e de início da produção, pelo menos, não será indicado adquirir um Nissan Leaf para usar como transportador da sua Roulote ou caravana.
  • O Nissan Leaf não terá qualquer sistema de carregamento de emergência instalado a bordo. Tudono Leaf, nomeadamente o seu computador de bordo, se concentra para que nunca seja atingido o estado de bateria completamente descarregada.
  • O Nissan Leaf disporá de Cruise Control.

4 Comentários

  1. Gosto muito da marca NISSAN e nada tenho contra os carros eléctricos ou
    hibrídos ou gpl ou a vapor mas sou sincero,não tenciono comprar nenhum dos carros que mencionei mas tudo farei para que o meu futuro carro seja o menos poluente possivel nem que para isso tenha que pagar mais sou contra a poluição mas penso que
    que deviam começar por eliminar outras situações de poluição antes dos carros.

  2. Caro José,
    Permita-me que discorde totalmente da sua opinião. Se considerarmos que uma grande parte da energia consumida a nível global(nomeadamente a proveniente de combustíveis fósseis) e da poluição atmosférica existente provêm do sector dos transportes, torna-se, do meu ponto de vista, necessário e até urgente desenvolver estas tecnologias menos cosumidoras e poluentes. Além disso estou muito curiosa pelos modelos que aí virão, estou mesmo expectante. E dou os meus parabens a este site pois contém informações muito interessantes. Saudações!

  3. Em relação ao comentario do Sr. Jose Dias…….lamento muito a sua afirmação. Pois não explica o porque de não comprar um carro totalmente electrico. Digo….que quem não o fizer, ou é burro, ou tem iteresses petroliferos. Pois quem não quer andar quase de graça? Quem não quer parar de poluir? Quem não quer reduzir a nossa divida externa muito por culpa da compra de produtos petroliferos? lol

  4. O que o José Dias queria dizer é que grande parte da poluição não vem dos carros a que estamos habituados…
    Vi há uns meses um documentário em que falavam precisamente sobre isso, 13% é dos transportes que conhecemos.
    Aqui está, encontrei o documentário…
    http://video.google.com/videoplay?docid=2756277227675684050#

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *