Destaques

BMW acusada de espionagem industrial em veículos elétricos

A Autolib, uma empresa francesa que gere um sistema pioneiro de partilha de carros elétricos, avançou com uma queixa contra a BMW, acusando-a de espionagem industrial.

BMW acusada de espionagem

A queixa foi entregue às autoridades francesas depois de colaboradores da Autolib sustentarem terem visto indivíduos de aparência germânica a recolher informação sobre os seus carros elétricos.

O caso remonta a 21 de Agosto, quando os funcionários da Autolib que asseguram a manutenção das estações de recarga dos carros elétricos, conhecidos como “carros azuis”, avistaram dois indivíduos, alegadamente alemães, a extrairem informações com um computador de um dos veículos.
No mesmo dia, de acordo com o mesmo relato dos funcionários, os mesmos indivíduos fizeram passar-se por funcionários da empresa francesa, aparentando estar a conduzir testes de manutenção nos veículos.

As suspeitas da Autolib aumentaram quando um dos funcionários cruzou a matrícula de um dos carros azuis alugados pelos indivíduos germânicos e os dados fornecidos para o aluguer do carro.
Descobriu-se assim que o domínio do endereço eletrónico utilizado pelos indivíduos correspondia à P3-group.com.
A P3 é uma empresa de engenharia contratada pelo fabricante alemão, para criar as condições de mercado para o lançamento do novo modelo elétrico da BMW, o I3.
Ainda de acordo com os funcionários da Autolib, os indivíduos alemães foram vistos em mais duas ocasiões, tendo sido detidos pelas autoridades francesas a 5 de Setembro.
Questionados, os indivíduos afirmaram trabalhar para a BMW e a Autolib apresentou queixa contra a criadora do modelo elétrico I3 por abuso de confiança e intrusão em sistema de informação.

A BMW reagiu contactado por escrito o CEO da Bolloré, que detém a Autolib, e reconhecendo que enviou técnicos para realizar testes de compatibilidade e desculpando-se por não pedir autorização para a realização de tais testes.

Num comunicado divulgado hoje mesmo, a BMW França negou as acusações de espionagem industrial.

No contexto do lançamento do novo BMW I3, o Grupo BMW está a conduzir testes de rotina na Europa, para identificar a compatibilidade das estações de recarga com o novo modelo.
O único propósito dos testes é identificar as estações de recarga que os novos veículos da BMW podem utilizar.
Comunicado da BMW francesa

A BMW confirma ter conduzido vários testes em Paris, mas não aquele em que os referidos técnicos foram detidos, a 5 de Setembro.


Comentários

Sem comentários para “BMW acusada de espionagem industrial em veículos elétricos”

Deixe um comentário

Relacionados

Componentes de um carro elétrico
Agosto 15, 2011
Por admin
Renault vai começar a aceitar pré-reservas para os seus carros eléctricos
Abril 27, 2010
Por admin
Os mais espectaculares concept cars eléctricos do ano
Janeiro 6, 2010
Por admin
Siemens quer recarregar veículos eléctricos em 6 minutos
Janeiro 3, 2010
Por admin
Plugless Power: o recarregamento de carros eléctricos sem fios
Dezembro 23, 2009
Por admin

Blogroll

Tudo sobre a compra e a venda de ouro usado. Notícias sobre ouro físico, cotação do ouro, e mais ...